Tecnologia

Gestão de multiplataformas educacionais4 min read

abril 12, 2021 3 min read

Gestão de multiplataformas educacionais4 min read

Reading Time: 3 minutes

Este artigo foi publicado originalmente no site Educador21 – tecnologia & inovação 

O processo de inserção de inovação na educação ganha força a cada ano. Cada vez mais as escolas têm à disposição plataformas digitais de conteúdo, gestão pedagógica, funções administrativas, entre outras funcionalidades.

O trabalho dos professores, das professoras, de gestores e gestoras escolares tem sido fortalecido com novas ferramentas inovadoras: plataformas de conteúdo digital, para enriquecer os materiais didáticos; ambientes virtuais de aprendizagem (AVA), para organizar virtualmente as tarefas e informações do curso; sistemas de frequência, agenda, horários, notas acadêmicas e de atendimento aos pais. Até mesmo as compras de material escolar e cantina podem ser feitas via aplicativos.

Entre outros benefícios, a tecnologia digital contribui para a automatização de processos administrativos, além de colaborar para a utilização de dados nas decisões gerenciais e pedagógicas, ao gerar, coletar, armazenar e compilar dados da instituição e dos seus usuários.

Os desafios da gestão escolar com as plataformas educacionais

O primeiro desafio da gestão escolar é escolher as ferramentas que melhor se encaixam às necessidades da escola, professores, alunos e pais. São diversas alternativas, cada uma com suas especificidades e benefícios pedagógicos, tecnológicos e financeiros.

Neste processo, é importante ter auxílio de um profissional de tecnologia educacional e, sempre que possível, tomar as decisões em conjunto com o corpo docente. Elementos como as funcionalidades disponíveis, os recursos tecnológicos da escola, o suporte ao cliente, a usabilidade e a segurança digital da plataforma são tão importantes nesta decisão quanto o custo da solução.

Após escolher as plataformas que melhor atendem às demandas da instituição, é provável que surja um problema: gerir as diferentes plataformas. É comum que a escola prefira adotar soluções de empresas diferentes (até porque dificilmente vai encontrar uma que ofereça todas as plataformas necessárias), porém isso pode dificultar a usabilidade, visto que são logins, formas de acesso e medidas de segurança diferentes para cada sistema. 

Quiz - Qual o seu perfil de professor

Vale reforçar que a instituição de ensino é corresponsável por garantir a segurança dos dados dos usuários, especialmente os alunos por serem menores de idade, segundo a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Os usuários (professores, alunos, pais, gestores escolares, colaboradores do administrativo, fornecedores) podem encontrar dificuldade para acessar e integrar dados de plataformas diversas. Por exemplo, imagine que o sistema de notas e frequência pode ser da empresa X, enquanto e-mail, armazenamento em nuvem são da empresa Y, a agenda e horário oferecidos por Z e, eventualmente, os conteúdos digitais e avaliações do AVA desenvolvido por W. Parece um quebra-cabeça difícil de ser montado.

Integração de plataformas educacionais em hub

Certas instituições, com maior disponibilidade de recursos, podem desenvolver sistemas próprios para integrar via API (Application Programming Interface – interface que reúne um conjunto de requisitos que determinam como um aplicativo pode se comunicar com outro) todas as soluções utilizadas pela escola. Porém, ter um departamento de TI, com programadores próprios, ou mesmo ter recursos para contratar uma empresa especializada em desenvolvimento de software é um privilégio para poucas escolas e instituições de ensino.

Assim, aparecem duas alternativas: investir em formação para todos os usuários ou contratar uma solução que consiga unificar o acesso de todos os aplicativos. A primeira opção exige tempo, recursos e profissionais capacitados para realizar as diversas formações. A dificuldade torna-se ainda maior quando se trata de usuários que não frequentam o espaço da escola. Aliás, no contexto atual, é possível que nem mesmo os professores e alunos possam receber esta formação presencialmente.

A segunda alternativa é bastante prática e eficiente. Uma possibilidade é adotar a solução da Layers Education, que além de oferecer ferramentas voltadas para a gestão (como agenda escolar, horários, atendimento a pais, finanças, ficha médica e registros de notas acadêmicas), unifica os acessos a plataformas educacionais de outras empresas.

Os benefícios são o login unificado e a possibilidade de encontrar todos os Apps na mesma plataforma, facilitando a acessibilidade dos usuários. Outra vantagem é a gestão dos termos de uso de dados, visando atender às regras da LGPD e garantindo a segurança dos dados da escola.

A gestão das multiplataformas educacionais é uma das principais dificuldades das instituições de ensino. É importante dar atenção a este tópico para não ter limitações na escolha de soluções, facilitar a utilização por parte dos usuários e garantir a segurança dos dados da comunidade escolar. Uma solução é agrupar as multiplataformas educacionais em um “HUB” de Apps, que pode economizar tempo e dinheiro, e oferecer soluções inovadoras e práticas a todos os usuários.

Conheça a Layers Education!

Superapp Layers
Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *